Conselhos

Prefixos e Sufixos de Biologia: Ex ou Exo-

Prefixos e Sufixos de Biologia: Ex ou Exo-


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O prefixo (ex ou exo-) significa fora, fora, externo, externo, externo ou externo. É derivado do grego exo significando "fora de" ou externo.

Palavras que começam com: (Ex- ou Exo-)

Escoriações (ex-coriação): Uma escoriação é um arranhão ou abrasão na camada externa ou na superfície da pele. Algumas pessoas sofrem de distúrbio de escoriação, um tipo de distúrbio obsessivo-compulsivo, no qual persistem ou arranham persistentemente a pele, causando feridas.

Exergônico (ex-ergônico): Este termo descreve um processo bioquímico que envolve a liberação de energia no ambiente. Esses tipos de reações acontecem espontaneamente. A respiração celular é um exemplo de reação exergônica que ocorre dentro de nossas células.

Esfoliação (ex-foliação): Esfoliação é o processo de liberação de células ou escamas da superfície externa do tecido.

Exobiologia (exobiologia): O estudo e a busca de vida no universo fora da Terra é conhecido como exobiologia.

Exocarpo (exo-carpa): A camada mais externa da parede de uma fruta amadurecida é o exocarpo. Essa camada protetora externa pode ser uma casca dura (coco), uma casca (laranja) ou pele (pêssego).

Exócrino (excrino): O termo exócrino refere-se à secreção de uma substância externamente. Também se refere a glândulas que secretam hormônios por meio de dutos que levam ao epitélio, e não diretamente ao sangue. Exemplos incluem glândulas sudoríparas e salivares.

Exocitose (exocitose): Exocitose é um processo pelo qual as substâncias são exportadas de uma célula. A substância está contida dentro de uma vesícula que se funde com a membrana celular externa. A substância é assim exportada para o exterior da célula. Hormônios e proteínas são secretados dessa maneira.

Exoderm (exo-derm): O exoderma é a camada germinativa externa de um embrião em desenvolvimento, que forma a pele e o tecido nervoso.

Exogamia (exo-gamy): Exogamia é a união de gametas de organismos que não estão intimamente relacionados, como na polinização cruzada. Também significa casar fora da nossa cultura ou unidade social.

Exógeno (exo-geração): Um exógeno é uma planta que cresce aumentando as camadas de seu tecido externo.

Exons (ex-on): Éxons são seções de DNA que codificam a molécula de RNA mensageiro (mRNA) produzida durante a síntese de proteínas. Durante a transcrição do DNA, uma cópia da mensagem de DNA é criada na forma de mRNA com seções de codificação (exons) e seções sem codificação (íntrons). O produto final do mRNA é gerado quando as regiões não codificantes são unidas pela molécula e os exons são unidos.

Exonuclease (exo-nuclease): Uma exonuclease é uma enzima que digere DNA e RNA cortando um único nucleotídeo por vez do final das moléculas. Essa enzima é importante para o reparo do DNA e a recombinação genética.

Exoforia (exoforia): Exoforia é a tendência de um ou ambos os olhos se moverem para fora. É um tipo de desalinhamento ocular ou estrabismo que pode causar visão dupla, fadiga ocular, visão turva e dores de cabeça.

Exoftalmia (ex-oftalmos): Um abaulamento externo anormal dos globos oculares é chamado exoftalmia. É comumente associado a uma glândula tireóide hiperativa e à doença de Graves.

Exoesqueleto (exoesqueleto): Um exoesqueleto é a estrutura externa dura que fornece suporte ou proteção para um organismo; escudo exterior. Artrópodes (incluindo insetos e aranhas), assim como outros animais invertebrados, têm exoesqueletos.

Exmosmose (ex-osmose): A exosmose é um tipo de osmose em que o fluido se move do interior de uma célula, através de uma membrana semi-permeável, para um meio externo. O fluido se move de uma área de alta concentração de soluto para uma área de menor concentração de soluto.

Exósporo (exo-esporo): A camada externa de um esporo de algas ou fungos é chamada de exósporo. Este termo também se refere a um esporo que é separado do aparelho de esporos (esporóforo) dos fungos.

Exostose (ex-ostose): Uma exostose é um tipo comum de tumor benigno que se estende da superfície externa de um osso. Essas conseqüências podem ocorrer em qualquer osso e são chamadas de osteocondromas quando cobertas de cartilagem.

Exotoxina (exotoxina): Uma exotoxina é uma substância venenosa produzida por algumas bactérias que é excretada no ambiente circundante. As exotoxinas causam sérios danos às células hospedeiras e podem causar doenças em seres humanos. As bactérias que produzem exotoxinas incluem Corynebacterium diphtheriae (difteria), Clostridium tetani (tétano), enterotoxigênico E. coll (diarréia grave) e Staphylococcus aureus (síndrome do choque tóxico).

Exotérmica (exotérmica): Este termo descreve um tipo de reação química na qual o calor é liberado. Exemplos de reações exotérmicas incluem combustão e queima de combustível.