Interessante

Nausett I monitor - História

Nausett I monitor - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Nausett I
(Mon .: dp. 1.487; 1,225 '; b. 45'; dr. 6'6 "; s. 5 k .; cpl. 60; a. 2 XI polegadas D. sb .; Gl. Casco)

O primeiro Nausett, um monitor de calado leve, construído por Donald McKay, South Boston, Massachusetts, foi lançado em 26 de abril de 1865 e comissionado em 10 de agosto de 1865, Acting Master Wm. U. Grozier no comando.

Atrasado por mudanças no design necessárias para torná-la navegável, Nausett. destinado ao uso nos rios, baías e águas costeiras rasas da Confederação, não foi concluído a tempo de servir na Guerra Civil. Logo após seu comissionamento, ela viajou para Nova York, onde desistiu, em 24 de agosto de 1865, e foi colocada no Estaleiro da Marinha de Nova York. Ela permaneceu em Nova York por 10 anos, período durante o qual foi rebatizada duas vezes: Aetna, 15 de junho de 1869, e Nausett, novamente, 10 de agosto de 1869. Em agosto de 1875, ela foi separada por John Roseh de Nova York.


Nausett I monitor - História

[Nota: Esta é uma única parte do que será, pela minha classificação, cerca de 240 histórias tribais compactas (contato até 1900). É limitado aos 48 estados dos EUA, mas também inclui as Primeiras Nações do Canadá e do México que tiveram papéis importantes (Huron, Micmac, Assiniboine, etc.).

O conteúdo e o estilo desta história são representativos. O processo normal neste ponto é circular um produto quase acabado entre um grupo de pares para comentários e críticas. No final desta História, você encontrará links para as Nações mencionadas na História da Nauset.

Usando a Internet, isso pode ser mais inclusivo. Sinta-se à vontade para comentar ou sugerir correções por e-mail. Trabalhando juntos, podemos acabar com algumas desinformações históricas sobre os nativos americanos. Você descobrirá que o ego nesta extremidade tem o tamanho padrão. Obrigada por apareceres. Estou ansioso para seus comentários. Lee Sultzman]

Localização Nauset

Cape Cod, no sudeste de Massachusetts.

População

Os Nauset nunca foram numerosos. A população original era provavelmente em torno de 1.500 em 1600 antes das epidemias. Em 1621, havia cerca de 500 Nauset, e este número permaneceu razoavelmente constante até 1675. Após a Guerra do Rei Filipe, os Nauset juntaram-se aos remanescentes de outros

Tribos da Inglaterra deslocadas pela guerra ou colonização inglesa. Em 1698, quase 600 desse grupo composto estavam concentrados em Mashpee. Uma epidemia durante 1710 reduziu-os a cerca de 300. Com o passar dos anos, a comunidade nativa de Mashpee tornou-se associada aos Wampanoag, embora muitos de seus membros sejam descendentes dos Nauset. A população atual é de cerca de 1.100.

Nomes

Às vezes chamados de índios do Cabo.

Língua

Algonquin. Dialeto N semelhante ao Wampanoag, Massachuset, Niantic e Narragansett vizinhos.

Aldeias

Aquetnet, Ashimuit (Ashimut), Cataumut (Codtaumut), Cummaquid, Manamoick (Manamovili, Manmoyik, Monomoyik, Monomoyk, Quasson), Namasket (Namaskaket, Namskaket, Nemskaket), Nauset, Nobscusset (Nobscusspoit, Pamttispoes, Pobscusspoes, Pamttispoes, Pamttispoes ), Pocasset (2), Pochet, Pocapawmet, Poponesset, Potanumaquut, Punonakanit (Ponoakanet), Satucket (Sawkatuket), Satuit, Skauton, Succonesset (Sokones), Tonset e Weesquob.

Semelhante a outro Algonquin do sul da Nova Inglaterra, exceto por uma forte dependência de frutos do mar.

Pouco depois da viagem de Colombo ao Novo Mundo em 1492, um fluxo constante de exploradores, pescadores e aventureiros europeus começaram a fazer visitas regulares à costa da Nova Inglaterra. Localizada em um marco tão óbvio como Cape Cod, a Nauset teve contato com os europeus desde cedo, mas esses primeiros encontros nem sempre foram amigáveis. Capitães europeus cavalgando a Corrente do Golfo de volta para casa do Caribe eram freqüentemente tentados a aumentar os lucros com a adição de última hora de alguma carga humana. O Nauset logo aprendeu, por triste experiência, que os homens brancos desses estranhos navios vinham frequentemente à terra, não para o comércio, mas para roubar comida e capturar escravos. Mais do que o vizinho Wampanoag e outro Algonquin da Nova Inglaterra, os Nauset eram hostis aos europeus, e quando a expedição francesa comandada por Samuel de Champlain visitou Cape Cod em 1606, os Nauset não foram amigáveis.

Embora os Nauset geralmente abandonassem suas aldeias e recuassem para o interior quando um navio europeu se aproximasse, eles continuaram a ser vitimados por marinheiros de todas as nacionalidades. Em 1614, o capitão Thomas Hunt capturou sete Nauset e vinte Patuxet (um dos quais era Squanto que mais tarde ganhou fama como amigo dos peregrinos em Plymouth) e depois os vendeu como escravos na Espanha. Sequestrar e escravizar 27 de seu povo foi uma ofensa menor em comparação com a outra coisa que Thomas Hunt fez ao Algonquin da Nova Inglaterra. Parece que houve uma doença terrível entre a tripulação de Hunt que foi inadvertidamente passada para o Nauset e o Wampanoag no decorrer de sua invasão. Espalhando-se rapidamente pela população nativa em três ondas, matou 75% dos residentes originais da Nova Inglaterra e dos maritimos canadenses entre 1614 e 1617.

Seis anos depois, o Mayflower trouxe os primeiros colonos ingleses para a Nova Inglaterra. O destino deveria ser a foz do rio Hudson, mas atingidos por tempestades e sem suprimentos, eles ancoraram em Cape Cod em novembro de 1620. Um grupo de desembarque foi enviado em terra para procurar comida e tropeçou em um cemitério de Nauset recheado com as vítimas recentes das epidemias - embora seja duvidoso que a Nauset nesta altura tenha feito a associação entre os europeus e as suas doenças. Encontrando milho que havia sido deixado ao lado das sepulturas, eles começaram a cavar por mais. Quando o Nauset descobriu a profanação em andamento, guerreiros furiosos enviaram os Peregrinos correndo para salvar suas vidas. Em retrospecto, teria sido melhor para os Nauset se eles tivessem alimentado os ingleses, dado a eles todo o milho de que precisavam e os enviado em seu caminho para o sul. Em vez disso, o Mayflower navegou pela baía de Cape Cod e depositou sua carga de colonos em Plymouth. Os ingleses tinham vindo para a Nova Inglaterra para ficar!

Esta experiência fez com que os peregrinos suspeitassem da Nauset, mas por intercessão do Wampanoag sachem, Massasoit, as relações melhoraram. No início de 1621, um menino saiu de Plymouth para a floresta e se perdeu. Encontrado por um grupo de caça Nauset, ele foi levado ao chefe sachem Aspinet em sua vila perto de Truro. Ao saber que Aspinet tinha o menino, os ingleses marcaram um encontro por meio de Iyanough, o Cummaquid sachem. As relações ainda estavam tensas, mas após uma troca de desculpas e pagamento pelo milho tirado em novembro, Aspinet devolveu o menino. Uma amizade calorosa se desenvolveu entre os peregrinos e Nauset, e durante o inverno de 1622, acredita-se que Aspinet trouxe comida para Plymouth, o que salvou muitos da fome. No início, os assentamentos ingleses não invadiram a terra natal dos Nauset em Cape Cod. A exceção sendo a pequena comunidade começou em Wessgussett em 1622. Infelizmente, esta foi provavelmente a fonte de uma epidemia que varreu o Nauset em 1623 matando Aspinet e Iyanough.

Fora isso, a presença inglesa em Plymouth era próxima o suficiente para o comércio e fornecia alguma proteção contra ataques de escravos por outros europeus. Apesar da epidemia, houve poucos atritos nos anos que se seguiram e os Nauset mantiveram boas relações com os colonos durante todo o período colonial. Começando por volta de 1640, os esforços missionários de John Elliot conseguiram converter a maior parte da Nauset ao cristianismo na época da Guerra do Rei Filipe (1675-76). Ao contrário de muitos dos "índios orantes", o Nauset não se juntou aos wampanoags no levante e permaneceu leal aos ingleses. Embora os colonos estivessem inclinados a suspeitar de todos os nativos, cristãos ou tradicionais, os Nauset já estavam isolados em Cape Cod, e os ingleses acharam necessário realocá-los em "plantações de confinamento". Durante o último ano da guerra, muitos guerreiros Nauset ofereceram seus serviços ao exército inglês como batedores.

Primeiras Nações mencionadas nesta História Nauset:

Comentários sobre esta "história" seriam bem-vindos. Direto mesmo para Lee Sultzman.


Monitoramento EEG ambulatorial

Os avanços na tecnologia de informática oferecem mais recursos para o monitoramento ambulatorial de EEG. As especificações técnicas das máquinas de EEG ambulatoriais atualmente disponíveis se aproximam razoavelmente do equipamento de EEG de pacientes internados. No entanto, a evolução do EEG ambulatorial de gravações de cassetes analógicas de 3 canais para dispositivos digitais reformatáveis ​​de 32 canais com detecção de pico e convulsão assistida por computador levanta vários problemas não resolvidos. Os pacientes com EEG de rotina não diagnóstico devem receber EEG ambulatorial? O EEG ambulatorial é tão preciso para pacientes com diagnósticos clínicos pouco claros quanto o monitoramento por vídeo-EEG em internação? Se o rendimento diagnóstico do EEG ambulatorial for menor do que o monitoramento do paciente internado, a economia ambulatorial ainda torna a técnica econômica? Este artigo revisa o desenvolvimento do EEG ambulatorial e as investigações de sua utilidade clínica. Uma análise baseada em evidências explora os benefícios e limitações do EEG ambulatorial e oferece aspectos de seu uso que requerem pesquisa clínica adicional.


Informações da Nauset Regional High School (NRHS)

Parabéns à Turma de 2021!

Art Expression por Ryan Birchall Campbell's Classes

Programação especial para a última semana de aula:

Segunda-feira, 21 de junho
A1 8:35-10:35
Intervalo 10: 35-10: 45
A2 10: 45-12: 45
Dispensa 12:45
Terça-feira, 22 de junho
A3 8:35-10:35
Intervalo 10: 35-10: 45
A4 10: 45-12: 45
Dispensa 12:45
Quarta-feira, 23 de junho

B1 8:35-10:35
Intervalo 10: 35-10: 45
B2 10: 45-12: 45
Dispensa 12:45
Quinta-feira, 24 de junho
B3 8:35-10:00
Dispensa 10:00
Maquilhagem (s) 10: 05-11: 30


Nauset Light Beach

O estacionamento é extremamente limitado na Nauset Light Beach no verão de 2021 devido à construção do novo balneário. Planeje com antecedência e considere visitar outra praia, como a Guarda Costeira ou Marconi.

Particulars: Banheiros e balneários abrem sazonalmente. O acesso à praia é feito por um caminho curto em declive a partir da área de estacionamento.

Instruções: Uma milha ao norte de Coast Guard Beach na Ocean View Drive em Eastham.

Segurança: Cuidado com os ciclistas e caminhantes na estrada.

Características proeminentes:
Nauset Light Beach consiste em uma ampla praia de areia contida por uma escarpa glacial íngreme atrás dela. Durante os meses de inverno, o perfil da praia é consideravelmente rebaixado, às vezes expondo características como a fundação de tijolos de um dos primeiros faróis das Três Irmãs.

Os faróis das Três Irmãs, originalmente na encosta, não estão posicionados no interior, em sua configuração original, a poucos passos do estacionamento da praia.

A praia deve o seu nome a Nauset Light, um marco importante na propriedade. A Nauset Light Preservation Society oferece passeios desde o final da primavera até o início do outono.

O histórico French Cable Hut fica no extremo norte do estacionamento.

Fatos interessantes:

O Cabo Transatlântico Francês
Na década de 1870, várias empresas de comunicação foram formadas como empreendimentos especulativos. Uma dessas organizações, a Compagnie Française du Telegraphe de Paris a New York, começou em 1879 com o objetivo de lançar um cabo transatlântico. Na Grã-Bretanha, a empresa era conhecida como P.Q. Empresa após seu presidente, Monsieur Pouyer-Quertier. Logo após seu início, a corporação se estabeleceu em uma rota de Brest, na França, para a ilha de St. Pierre no grupo das ilhas Miquelon e depois para Cape Cod. O cabo foi fabricado na Inglaterra pela Siemens Brothers de Londres e instalado pela mesma empresa usando seu navio de cabos Faraday. O trabalho começou em junho de 1879 com a colocação do cabo principal de 2.242 milhas náuticas de Brest, na França, até a ilha de Saint-Pierre, na costa de Newfoundland. De lá, mais 827 milhas náuticas de cabo foram instaladas até Cape Cod. A obra foi concluída em novembro de 1879.

No terminal North Eastham em Cape Cod, a empresa construiu um grande prédio que servia como estação de cabo. Aqui, as mensagens eram recebidas em código internacional e, por sua vez, transmitidas por linha telegráfica terrestre para Nova York. A estação tinha escritórios, aposentos para os funcionários e espaço para reuniões sociais. Como o cabo chegou aproximadamente duas semanas antes de a estrutura ser concluída, um espaço de escritório foi fornecido durante esse período no porão da residência do faroleiro de Nauset Light Beach. Quando a estação foi concluída, o cabo foi transferido da residência para a estação.

Os trabalhadores casados ​​construíram casas perto da estação de cabo em Nauset Light Beach. Esses homens, no entanto, reclamaram posteriormente que o local isolado criava um sofrimento para eles e suas famílias. A escola que seus filhos frequentavam, igrejas e lojas ficavam longe de suas casas.

Construindo a cabana de cabos
Por causa da situação difícil dos trabalhadores, a empresa de cabo decidiu centralizar sua operação em Cape Cod em Orleans, Massachusetts, e abriu uma nova estação em março de 1891. Um cabo da velha estação em Nauset foi colocado em Nauset Marsh até o sopé da cidade Cove em Orleans e, em seguida, para a nova casa da estação de cabo. Manter a grande e velha estação apenas como um ponto de conexão provou ser muito caro e, como resultado, a estação Nauset foi vendida em 1893 para A. W. Reed. Ao mesmo tempo, uma pequena cabana que media cerca de dez por quinze pés foi construída perto da velha estação como um ponto de conexão para o cabo. Essa cabana atualmente faz parte da estrutura conhecida como Cabana Francesa. Era uma prática comum erguer cabanas de cabos se a estação estivesse situada a uma certa distância da costa.

Quando a cabana foi construída, tinha o revestimento de telhas no exterior e telhas de cedro no telhado. O interior não estava acabado, com as tachas visíveis. Estava sem mobília. Apenas uma caixa de conexão, fixada no canto da parede sudoeste acima de onde o cabo entrava na estrutura, ocupava a sala.

A French Cable Company operou o cabo até a França se render à Alemanha em junho de 1940 durante a Segunda Guerra Mundial. Enquanto a guerra continuava e por vários anos depois, a cabana de cabos permaneceu vazia. Na primavera de 1949, o marido de Alice Snow, que trabalhava para a empresa, foi até a cabana de cabos e a encontrou trancada com cadeado. Depois de fazer uma investigação, ele descobriu que a cabana havia sido vendida para Dorothy LePage em 1946 pelo não pagamento de impostos sobre a propriedade, embora a empresa de cabo nunca tivesse sido notificada de tal ação.

Comunicações Submarinas em Geral
Começando em 1851 e continuando na década de 1940, centenas de cabos telegráficos foram colocados em todo o mundo. A conexão através do Atlântico foi tentada pela primeira vez em 1857 e foi parcialmente bem-sucedida em 1858, mas o cabo logo falhou. Em 1866, um novo cabo atlântico entre a Irlanda e a Terra Nova foi lançado com sucesso, e muitos outros logo seguiram nesta importante (e altamente lucrativa) rota.

Com duas exceções, todos os primeiros cabos do Atlântico corriam entre a Irlanda e a Terra Nova ou a Nova Escócia, conectando por terra a Nova York. O cabo de 1869 da Companhia Telegráfica Francesa do Atlântico (La Société du Câble Transatlantique Française) conectou Brest, na França, à Ilha de St. Pierre, na costa de Newfoundland, e de lá para Duxbury em Massachusetts e o cabo de 1879 de La Compagnie Française du Telegraphe de Paris a New York conectou Brest a Cape Cod, também via St. Pierre. Esses foram os primeiros cabos submarinos a conectar os Estados Unidos ao continente europeu.

Em 1897, a Companhia Francesa de Cabos (La Compagnie Française des Câbles Télégraphiques) lançou o primeiro cabo diretamente entre os Estados Unidos e a Europa. Percorreu 3.173 milhas náuticas de Brest, França, a Cape Cod. Este segundo cabo para Cape Cod não passou pela cabana de cabos Nauset, mas foi diretamente para a estação de Orleans, que havia sido construída em 1891. Em 1898, um cabo de conexão foi instalado entre Orleans e Nova York.

Embora cabos telefônicos curtos tenham sido instalados entre a Grã-Bretanha e a Europa já em 1891, as limitações técnicas dos cabos submarinos restringiam seu uso para comunicação telefônica a extensões não superiores a cerca de cem milhas, e cabos mais longos, como aqueles do outro lado do Atlântico, podiam ser usados apenas para mensagens telegráficas. A partir de 1927, os circuitos de rádio através do Atlântico eram capazes de transportar comunicações de voz, e isso proporcionou alguma competição para as empresas de cabo pelos próximos trinta anos. Com os avanços tecnológicos, em 1956, o primeiro cabo telefônico atlântico foi instalado entre a Escócia e a Terra Nova, e isso logo recuperou todo o tráfego das empresas sem fio.

Tal como aconteceu com o boom dos cabos telegráficos da segunda metade do século 19, muitos outros cabos de alta capacidade logo seguiram nesta importante rota e em outras partes do mundo, e em apenas alguns anos isso levou ao fim dos sistemas telegráficos. A estação de cabo de Orleans fechou em 1959 e agora é preservada como um museu, uma das apenas três estações telegráficas originais remanescentes no mundo.

Hoje, milhões de quilômetros de cabos submarinos de fibra ótica transportam mais de 99% de todas as comunicações através do Atlântico e do mundo.

O French Cable Station Museum em Orleans preservou a estação como era quando foi fechada em 1959 e oferece passeios educacionais gratuitos ao público.


Testando os limites na disputa de Nauset Spit

Eastham, Orleans espera reunir-se para discutir o futuro do programa off-road.

EASTHAM & mdash A disputa pelo domínio em Nauset Spit continua com uma audiência na quarta-feira no Tribunal de Terras do estado, enquanto Orleans tenta redefinir os limites da cidade com Eastham para reviver um programa de direção off-road.

Mas uma reunião está em andamento entre as duas cidades para discutir aonde ir depois que o Conselho de Seletores de Eastham disse que iria impor uma proibição de dirigir off-road, mas não entrou com mais nenhum recurso do programa.

"Queremos entrar em contato e tentar trabalhar com eles", disse a administradora da cidade de Eastham, Sheila Vanderhoef, na quinta-feira, após o recebimento de uma comunicação de Orleans sobre o que ela chamou de possível & ldquosit-down. & rdquo

"Esse é sempre o objetivo", disse Vanderhoef.

Vídeo: Nauset Spit com o monitor de tarambola de Orleans, Paul Wightman, em Orleans

John Knight, presidente do Conselho de Seleção de Eastham, disse que espera que uma reunião entre as cidades, onde ele e Vanderhoef representem Eastham, possa ocorrer nas próximas semanas.

"Parece ser um momento razoável para ver se podemos encontrar algum tipo de entendimento", disse Sims McGrath, presidente do Conselho de Administração de Orleans.

Orleans vendeu licenças de condução off-road para seus residentes e operou um programa de proteção de aves costeiras em toda Nauset Spit, uma barreira de praia de 2 milhas, sob uma ordem de condições da Comissão de Conservação de Orleans de 1991. Com o passar dos anos, o espeto se estendeu para o norte, em Eastham, como resultado das areias movediças.

Eastham tem um histórico de estatutos e votos em assembleias municipais contra dirigir nas praias da cidade, e sua Comissão de Conservação emitiu uma ordem de cessar e desistir em agosto de 2014 para impedir que Orleans operasse seu programa off-road na seção do espeto dentro dos limites de Eastham .

O único acesso de carro ao Nauset Spit é pela cidade de Orleans, com adesivos exclusivos para residentes.

Em setembro de 2014, os selecionadores de Orleans concordaram em começar a proibir o tráfego off-road ao norte da linha da cidade e usar placas, cercas e multas para fazer cumprir a proibição. Mas a cidade também avançou em três frentes para reconquistar o direito de operar um programa sobre a areia em toda Nauset Spit.

Orleans recebeu uma decisão favorável em 15 de abril no Tribunal Superior de Barnstable para operar o programa de direção off-road na praia que permitiria até 200 veículos recreativos sobre a areia. Os seletos de Eastham não vão apelar da decisão do tribunal, disse Vanderhoef na quinta-feira.

Orleans também buscou e recebeu alívio por meio do Departamento de Proteção Ambiental do estado, que emitiu uma ordem de substituição das condições em 27 de julho de 2015, em favor do programa de direção off-road. Oficiais do departamento, no entanto, lembraram a Orleans que o cumprimento dos estatutos locais ainda era necessário. Eastham apelou da ordem de substituição em 2015, mas Vanderhoef disse que também retiraria o recurso.

O porta-voz do departamento, Ed Coletta, disse que a agência estatal está esperando mais informações de ambas as cidades.

Orleans também entrou com uma ação no Tribunal estadual de terras em julho de 2015, alegando que seus limites incluem toda Nauset Spit, incluindo a seção que Eastham agora considera estar dentro de sua linha de cidade.

No Nauset Spit, na sexta-feira, os moradores de Orleans, Dennis e Diane Pearl, questionaram o uso do dinheiro da cidade para despesas legais na tentativa de resolver as questões sobre direção off-road.

"Meu sentimento é que há precedentes", disse Dennis Pearl sobre o uso de todo o Nauset Spit pelos residentes de Orleans. & ldquoS De alguma forma, o ressentimento entrou no pensamento. Minha solução é voltar a ser como estava. & Rdquo

A cidade de Orleans continuou a manter toda a saliva, incluindo o cumprimento das regras ecológicas, disse Diane Pearl: & ldquoEastham tem sua própria saliva. & Rdquo

Para complicar ainda mais, há uma disputa de propriedade da terra entre a cidade de Orleans e o Cape Cod National Seashore.

Os proprietários de terras Janice e Jeffrey Hannah, de Sandwich, e Jameson Hannah, de Silver Creek, Geórgia, processaram a cidade de Orleans em 2015, dizendo que possuem uma seção de Nauset Spit que Orleans afirma ser sua, mostram os registros do tribunal. O advogado Michael Princi, representando a família Hannah, não retornou uma ligação pedindo comentários na quinta-feira.


Histórico da versão

  • Suporte para temperaturas extras de GPU (Hot Spot Temperature e Memory Junction Temperature) em GPUs Nvidia / AMD selecionadas.
  • Suporte para controle de ventilador MSI NUC126 adicionado (desde a compilação 2292)
  • Alguns aprimoramentos no Gadget para cores de fonte definidas pelo usuário e opções de estilo do Gadget.
  • Suporte para Cooler Liquid CPU da Corsair, modelo H150i Pro XT.
  • Suporte para NZXT Smart Device V2 e NZXT RGF Fan Controllers adicionado.
  • Correção de bug que atrasava a leitura das temperaturas do HDD das unidades SATA por alguns minutos após o início do Windows.
  • Começando com o driver Nvidia 466.11 e mais recente, o controle de ventoinha da GPU para placas Nvidia está disponível apenas para processos executados com direitos administrativos. O Argus agora exibirá um aviso sobre tentativas de controle do ventilador sem esses privilégios no driver Nvidia 466.11 e mais recente.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para a série Intel Rocket Lake CPU adicionado.
  • Suporte para chips de monitoramento ITE IT8689 e ITE IT8695 SuperIO adicionado.
  • Suporte para ventiladores de placa-mãe adicionais MSI NUC126 e sensores de temperatura adicionados.
  • Suporte para até 32 HDD / SSD adicionado.
  • Bug corrigido que poderia impedir que o controle do ventilador fosse ativado adequadamente em certos chips Nuvoton SuperIO
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para NZXT Kraken Liquid CPU Coolers, modelos Z53, Z63, Z73.
  • Suporte para CPUs da série Intel Tiger Lake adicionado.
  • Suporte para chip de monitoramento Nuvoton NCT6686D SuperIO adicionado.
  • Adicione uma opção para permitir S.M.A.R.T. varredura de temperatura apenas para drives NVMe com intervalo de atualização de 10 segundos.
  • Impedir a reinicialização dos modos de controle do ventilador para todos os canais se as configurações de exibição / ocultação do usuário forem alteradas.
  • Impedir a redefinição dos modos de controle do ventilador para todos os canais se for encontrado um novo hardware compatível.
  • Opção de controlador para controle de ventilador / vários controladores, extensão para até 6 controladores diferentes em paralelo.
  • Permitir um valor de inicialização PWM persistente (armazenado em EEPROM) para cada canal de controle de ventilador do hardware do controlador de ventilador do Controlador Argus, ajustável nas Configurações do Monitor Argus.
  • Várias outras melhorias e correções de bugs.
  • Suporte estendido para NVMe SSD em sistemas Intel RST RAID (Rapid Storage Technology).
  • Suporte para GPUs Nvidia com arquitetura Ampere (série RTX 3000) adicionado.
  • Problemas de detecção corrigidos para certas GPUs AMD.
  • Código atualizado para alguns dispositivos AIO.
  • Removida a ferramenta de benchmark (mais foco apenas nas áreas principais).
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Solução alternativa para um bug no driver da Nvidia mais recente que poderia levar a um BSDO após sair do modo de espera quando o controle da GPU estava ativo.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para CPUs AMD Zen3 / Ryzen série 5000 adicionado.
  • Adicionadas temperaturas adicionais para CPUs AMD Zen2 / Zen3 (valores de temperatura do chip). Ainda não disponível como entradas de temperatura do controlador.
  • Suporte para chip de monitoramento Fintek F75387SG SuperIO adicionado.
  • Extensão para 6 perfis de ventiladores.
  • Adicionadas mais opções de dimensionamento para o gadget da barra lateral do Windows (agora 125%, 150%, 200%, 300%, 400%, 500%).
  • É possível definir a cor de fundo do gráfico pelo usuário e independente do estilo.
  • Bug nos chips SuperIO NCT6687D corrigido, que poderia impedir que as configurações de controle do ventilador voltassem ao controle do BIOS se o controle manual do ventilador fosse desativado ou ao sair do Argus Monitor.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Atalhos de teclado globais opcionais para ativar perfis de fãs e alternar entre janelas de gráfico.
  • Suporte para AIOs da Corsair das séries Platinum e PRO XT (H100i RGB Platinum, H115i RGB Platinum, H100i Platinum SE, Corsair H100i PRO XT e Corsair H115i PRO XT).
  • Adicionada interface em italiano (graças a & quottfr & quot pela tradução).
  • Suporte para Asus Fan Extension Cards adicionado.
  • Exibição da velocidade do ventilador (%) adicionada ao gadget da barra lateral.
  • Suporte aprimorado para chips IT8688E SuperIO.
  • Suporte aprimorado para chips SuperIO NCT6687D.
  • Nova opção de estabilidade para excluir drives USB de S.M.A.R.T. Acesso.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para chip de monitoramento Nuvoton NCT6687D SuperIO adicionado.
  • Corrigido bug na medição de temperatura para certos módulos de memória.
  • Comportamento de inicialização aprimorado e falha potencial corrigida ao executar o Argus Monitor com a opção Argus Controller habilitada.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Janela de gráfico separada (redimensionável) para exibir vários gráficos em um só lugar (use a tecla de atalho F5 para abrir).
  • Leitura de temperatura de DIMMs (módulos de RAM) disponibilizados como fonte de temperatura para controle do ventilador.
  • Os ícones da bandeja agora podem ser configurados para terem formato retangular.
  • Bug corrigido que poderia impedir que a GUI fosse aberta se o usuário ativasse o suporte para nosso projeto OpenHardware Controlador Argus, mas nenhum controlador foi conectado.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para CPUs da série Intel Comet Lake adicionado.
  • Suporte para PSUs Corsair (HX550i, HX650i, HX750i, HX850i, HX1000i, HX1200i, RM550i, RM650i, RM750i, RM850i, RM1000i) adicionado.
  • Suporte para configurações de chip Dual Nuvoton SuperIO
  • Robustez aprimorada para detecção de hardware de controlador de ventilador Argus Controller.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para NZXT Kraken X-3 Liquid CPU Coolers, modelos X53, X63, X73.
  • Suporte para AIOs Corsair baseados em Coolit mais antigos (Cooling Node, Lighting Node, H80, H100, H80i, H100i, Commander Mini, H100i GT, H110i, H110i GT)
  • Suporte para chip de monitoramento Nuvoton NCT6683D SuperIO adicionado.
  • Acesso direto e mais fácil aos parâmetros avançados do canal de fãs por meio de uma nova caixa de diálogo.
  • Limites de taxa configuráveis ​​para saída de controle do ventilador (alteração máxima permitida do valor de controle do ventilador por segundo)
  • A exibição do ícone da bandeja de uso de RAM em porcentagem agora é possível.
  • Exibição da velocidade do ventilador da GPU adicionada ao gadget da barra lateral.
  • Aumento do tamanho do formulário principal em 10 por cento.
  • Suporte para temperatura de memória GPU para GPUs AMD da série Navi (Radeon RX 5700).
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para nosso projeto OpenHardware Controlador Argus adicionado, oferecendo a opção para usuários avançados de adicionar canais de controle de ventilador e sensores de temperatura a um custo muito baixo. Um esboço de exemplo para Arduino Nano / Uno está disponível no Github.
  • Suporte de controle de ventilador aprimorado para chips ITE IT8792E SuperIO.
  • Suporte para controladores de ventilador NZXT Grid + V3 adicionados.
  • Compatível com dispositivos de resfriamento EVGA / Corsair AIO CPU (H80i GT, H100i GTX, H110i GTX, H80i GT V2, H100i GT V2, H115i Extreme, H110i GT V2, EVGA CLC) com base em chips controladores ASETEK.
  • Suporte para temperatura de ponto de acesso da GPU para GPUs AMD da série Navi (Radeon RX 5700).
  • Filtragem de temperatura aprimorada para temperaturas de CPU AMD Ryzen 3000.
  • Bug corrigido que causava a perda de velocidades do ventilador da GPU para configurações Nvida Multi-GPU com GPUs de gerações diferentes.
  • Diversas melhorias para uso em telas de alto DPI.
  • Corrigido o comportamento de inicialização do ventilador ao acordar do modo de espera ou ao iniciar o programa.
  • Suporte para NZXT Kraken Liquid CPU Coolers, modelos X42, X52, X62, X72.
  • Adicionada interface em francês (graças a "Skalou" pela tradução).
  • Adicionada interface em russo (graças a "Alex302" pela tradução).
  • Corrigidos alguns erros de exibição em monitores de alto DPI.
  • Os valores conhecidos para os limites de PWM do ventilador e da bomba de soluções de resfriamento AIO agora são usados ​​como padrões.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Introdução para até quatro perfis de ventilador definidos pelo usuário, permitindo armazenar predefinições de controle de ventilador para todos os canais de ventilador. A alternância entre perfis pode ser feita usando o menu do programa, o menu do ícone da bandeja ou as teclas de atalho do programa (F7 / F8).
  • Correção de bug para controladores de dispositivos Corsair AIO que podem impedir que o controle do ventilador seja ativado para um dos canais de ventilador.
  • Opção de configuração alterada para S.M.A.R.T. / inversão de monitoramento da temperatura de minutos para segundos. O novo intervalo válido é de 30s a 7200s (2h).
  • Língua portuguesa adicionada.
  • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
  • Suporte para a série de CPU Intel Ice Lake adicionado.
  • Suporte para a série de CPU Intel Atom Goldmont / Denverton adicionado.
  • Adicionadas novas fontes de temperatura para controle de ventilador baseado em curva de controle:
    • Temperatura máxima de todas as unidades de disco rígido internas
    • Suporte para coolers de CPU líquidos da Corsair, modelos H80i Pro, H100i Pro, H110i Pro, H115i Pro, H150i Pro.
    • Melhor suporte para unidades SSD Western Digital.
    • A exibição do ícone da bandeja com as temperaturas do núcleo da CPU agora é possível.
    • Adicionadas mais opções de dimensionamento para o gadget da barra lateral do Windows (125%, 150%, 200%).
    • Atraso de controle de ventilador configurável após o Windows hibernar para evitar problemas com determinados controladores de ventilador da placa-mãe.
    • Suporte estendido para placas gráficas AMD Navi Radeon RX 5700.
    • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
    • Suporte para placas gráficas AMD Navi Radeon RX 5700 (somente leitura).
    • Suporte para chip de monitoramento Nuvoton NCT6796D-R SuperIO adicionado.
    • Suporte para NVMe SSD em Intel RST.
    • Suporte para NVMe / USB SSD em JMicron JMS583.
    • Suporte para controlador de velocidade do ventilador Corsair Commander PRO.
    • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
    • Suporte para AMD Ryzen 3000 / Zen-2 CPU Series adicionado.
    • Adicionado suporte para a série Intel Coffee Lake-S Refresh CPU.
    • O intervalo de tempo configurável para o disco S.M.A.R.T. / as verificações de temperatura agora podem ser tão baixas quanto a cada minuto (para monitoramento de temperatura NVMe).
    • Bug corrigido que poderia levar a configurações do controlador do ventilador não aplicadas corretamente após o sistema retomar do modo de espera ou hibernação.
    • Controle do ventilador estendido para um máximo de 12 canais.
    • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
    • Opções de configuração para um indivíduo por configuração de canal de ventilador do comportamento de inicialização do ventilador e valor de controle mínimo adicionado.
    • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
    • Opção para salvar / restaurar a configuração do Argus Monitor.
    • Solução alternativa para possível falha em OLEAUT32.DLL adicionada.
    • Bug corrigido que impedia os resultados da medição de frequência de serem exibidos para CPUs AMD da série FX / Bulldozer.
    • Melhorado o comportamento de inicialização do ventilador após despertar do modo de espera.
    • A interface do usuário para controle manual de velocidade do ventilador foi aprimorada.
    • Várias pequenas melhorias e correções de bugs.
    • Suporte para GPUs Nvidia com arquitetura Turing (série RTX 2000) adicionado.
    • Nova opção de controlador para controle de ventilador: vários controladores, que permite que você execute até 4 controladores diferentes em paralelo e use o valor máximo de controle para controlar seu ventilador.
    • Added keyboard control for the adjustment of control points for fan control curves.
    • New settings in the unified display configuration dialog for Gadget and Logfile options.
    • Several minor improvements and bug fixes.
    • Support for ITE 8688E, ITE 8736F und ITE 8738E SuperIO monitoring chips added.
    • Several minor improvements and bug fixes.
    • Bug fixed that could cause wrong CPU temperature readings if display unit was set to Fahrenheit.
    • New unified configuration dialog for sensor display configuration (graph colors, style and availability of tray icons)
    • Tray icon display of temperature readings of mainboard sensors.
    • Background color for tray icons separately configurable.
    • Support for CPUs of Intel Coffee Lake Refresh series 9000 added.
    • Support for Nuvoton NCT6797D and NCT6798D SuperIO monitoring chips added.
    • Spanish language interface added (thanks to "albewyx" for the translation).
    • Support for AMD Ryzen CPUs Series 2900 added.
    • Fixed a bug on certain fan control configurations that could lead to a reset of the fan control parameters when a standby/resume cycle was performed.
    • New preference setting 'Start minimized'.
    • New preference setting to disable periodic measure of bus clock frequency (FSB) to gain a slightly improved system load with Argus Monitor.
    • Several minor improvements and bug fixes.
    • Bug in detection of Lenovo Thinkpad hardware fixed.
    • Serveral extensions and improvements for control curve management for fan control.
    • New temperature sources for control curve based fan contrl added:
      • Average value of CPU and GPU temperature with configurable sample time
      • Maximum value of CPU and GPU temperature with configurable sample time
      • Bug fixed that could lead to too high fan speed after program start when hysteresis was activated.
      • Bug fixed that caused a slower than desired update rate of CPU multiplier value display.
      • Bug in fan control fixed that could cause the wrong mainboard fans to be controlled in certain configurations.
      • Support for CPUs of Intel Coffee Lake-S series added.
      • Support for AMD Ryzen CPUs Series 2000 added.
      • Fixed temperature display bug on some AMD Ryzen Threadripper CPUs.
      • Option for continuous hysteresis in fan control curves implemented.
      • Complete redesign of code for displaying the graph windows for better modularity and presentation on high-DPI monitors.
      • New configuration of the update frequency for the graphs and measurements with the recording interval in seconds.
      • Added support for advanced sensor information using Asus Service (Asus ROG). This feature activates the measurement of temperatures and fan speeds via Asus Service on Asus ROG motherboards and makes these values available as a 2nd mainboard monitoring chip. The Asus service requires the Asus AI Suite to be installed.
      • The Argus Monitor Professional license option and the option to run the program as a Windows service are discontinued. At the same time, the new standard version of Argus Monitor will be released for commercial usage and for operation on Windows Server and Windows Enterprise operating systems as well.
      • Support for CPUs of Intel Coffee Lake series added.
      • Bug in Windows sidebar gadget fixed that could lead to a wrong gadget positon in certain multi-monitor configurations.
      • Added display of user defined names of mainboard temperature channels and fan names in windows sidebar gadget.
      • New temperature source for fan control curve based fan speed control added:
        • average GPU temperature
        • Removed offset of 20°C for AMD CPUs Ryzen 7 1800X, Ryzen 7 1700X und Ryzen 5 1600X (analogous to AMD Ryzen Master Tool).
        • Option to configure contents of CSV log file via separate configuration dialog added.
        • Option for scaling Windows sidebar gadget added (for users of high DPI displays).
        • Support for Nuvoton NCT6796D SuperIO monitoring chips added.
        • Support for ITE IT8613E and IT8625E SuperIO monitoring chips added.
        • Improved support for various temperature and fan channels for specific Gigabyte motherboards with ITE SuperIO monitoring chips.
        • Improved support for fan control on specific ASRock motherboards with Nuvoton SuperIO monitoring chips.
        • Bug fixed that could cause loading stored fan control configuration curves to fail.
        • Several minor improvements and bug fixes.
        • Bug in fan control for certain configurations fixed.
        • Tjmax values für several Intel CPUs corrected.
        • Several minor improvements and bugfixes.
        • Full S.M.A.R.T. support for NVM Express (NVMe) SSD drives.
        • Support for CPUs of Intel Skylake-X series added.
        • Support for Intel Atom Goldmont CPUs added.
        • Bug fixed that could lead to a reset of the fan controller parameters when a standby/resume cycle was performed directly after the controller configuration had been modified.
        • Support for CPUs of AMD Ryzen Series added.
        • Bug fixed, that could prevent GPU fan control settings from properly switching back to BIOS control if manual fan control was deactivated or upon exiting Argus Monitor.
        • Support for ITE IT8607E, IT8655E, IT8665E, IT8686E und IT8792E SuperIO monitoring chip added.
        • Argus Montior Professional edition now supports fan control for GPU and mainboard fans.
        • New temperature sources for fan speed controller added:
          • Average value over several seconds of CPU temperature (time can be configured),
          • Average of CPU and GPU temperature,
          • Maximum of CPU and GPU temperature.
          • Support for CPUs of Intel Kaby Lake (desktop) series added.
          • Option to postpone repeated S.M.A.R.T. warnings for extended hard drive failure prediction until the next change of the associated raw value.
          • UI modernized with 5 different selectable display styles.
          • Improved UI when Windows display scaling is activated.
          • Several minor bugs fixed.
          • Support for CPUs of Intel Kaby Lake U (mobile) series added.
          • Enhanced support for notebooks with multiple/switchable graphics adapters.
          • Display of battery status added to sidebar gadget.
          • Display of HDD sleep state added to sidebar gadget.
          • Better support for SanDisk SSDs.
          • Monitoring of S.M.A.R.T. attribute 169 "Total Bad Blocks" added.
          • Support for ITE IT8622E SuperIO monitoring chip added.
          • Bug in temperature display for Intel SSDs of series 540S and Pro 2500 fixed.
          • Bug in configuration dialog for enhanced S.M.A.R.T. warnings fixed.
          • Display problems with sidebar gadget on high-res displays fixed.
          • Additional display of average temperature for tray icons and CSV logfile added.
          • Several minor bugs fixed.
          • Support for Intel CPUs of Xeon E5/v4 series (Broadwell-EP) added.
          • Optimization of fan startup behavior from fan standstill.
          • Bug fixed that could cause crashes on certain mainboard/ITE SuperIO monitoring chip combinations.
          • Bug fixed that would prevent Argus Monitor to check for updates when an HTTP proxy was configured.
          • Additional option for email transport encryption added (available methods are now: unencrypted, STARTTLS and SSL/TLS).
          • Update signature for system driver to comply with Microsoft requirements for driver signing. To install Argus Monitor under Windows 7 the security patch KB3033929 (32bit) / KB3033929 (64bit) is required to be installed.
          • Bug in fan control fixed that prevented setting the fan speed to zero if hystereses was not used.
          • Support for CPUs of AMD Excavator/Carrizo series added.
          • Battery symbol enhanced to be able to handle two installed batteries.
          • Display of internal SDD temperature for supported NVM Express (NVMe) SSD drives (e.g. Samsung SSD SM951-NVMe or Samsung SSD 950 Pro).
          • For Notebooks: Battery symbol showing state of charge along with several other parameters directly in the Windows taskbar
          • Several minor bugs fixed.
          • Support for ITE IT8606E SuperIO monitoring chip added.
          • Support for ITE IT8613E SuperIO monitoring chip added.
          • Support for Intel Skylake-U series CPUs added.
          • Increased number of controllable fans to five for SuperIO monitoring chip ITE IT8620E.
          • Improved support of some SuperIO monitoring chips of ITE IT87xx series.
          • Support for CPUs of Intel Celeron/Pentium N3000 series (Airmont/Braswell) added.
          • Bug fixed that could lead to a display of incorrect network transfer speed values.

          Last release with support for Windows versions prior to Windows 7 or Windows Server 2008 R2.


          35' Nauset Downeast Flybridge Cruiser


          BLUE GOOSE II was extensively refit by Nauset Marine in 1993 for the previous owner of 20 years who constantly enjoyed improving this downeast yacht. The house was lengthened by 2 feet. A new hardtop was added over the cockpit, covering about 3/4s of the aft deck. The refit included a new galley, custom interior lockers, pantry, hanging lockers and deep storage spaces. All well thought out and easily accessible. A new head space was designed with marine toilet, sink and shower. All new aluminum windows with Vetus foam seal strip. The decks were reworked and painted in 2005. Cabin and flybridge were awlgripped in 2007. Hull awlgripped light beige. An efficient refrigeration system was also added during this tenure.

          The current owners of the past 4 years have also enjoyed improving this yacht in addition to cruising the east coast with the following new work: electric windlass and all chain rode, all teak dingy davits, Force 10 propane range, propane storage box, inverter, new Garmin 741 XS GPS/Radar, and GPS on flybridge to name the most significant.

          Design by Royal Lowell, this spacious downeast yacht has a very comfortable cockpit that measures 10' x 12' with three quarters cover by hard overhead. The salon is bright and airy with large windows and sliding glass door aft. The galley is a step down and yet still a part of the salon conversation, with lots of pantry and storage space adjacent and a sliding window for ventilation over the counter. Going forward, a large enclosed head to stbd, with shower. Abundant storage and lockers with a large V berth forward.

          Re-powered in 2001 with a Yanmar 350 HP diesel, now only 2285 hours since new.

          Cruise 14k knots at approx 10-12gph, or 8 knots at 2 gph. Max speed on sea trial 23 knots by GPS

          Yanmar 6LYA-UTE 350 Hp diesel engine installed Spring 2001

          ZF IRM 220-A1 reverse gear 1.5:1

          4 blade 19 x 16 propeller

          PSS dripless shaft seal with water injection hose

          Reverso oil change pump with engine/gear selector valve

          High output (110 Amp) alternator with three-stage NEXT external regulator.

          Balmar Digital Duo Charge to charge start battery

          2 each 4D AGM house bank (200 A Hr) - 2008

          Link 10 digital battery monitor (volts, Amps, A Hr. used, time remaining)

          Xantrex TC 20 battery charger with battery temp sensor

          Data Marine depth sounder: LX-201 @lower and LX300 @ upper helm

          Icom IC-M45A VHF radio at lower and upper helm. Each VHF radio with independent antenna

          Garmin GPS / Radar model 741 XS installed at lower helm. Separate removable GPS plotter for flying bridge

          Richie Powerdamp compass @ lower and upper helm with deviation cards

          Jensen MCC8320 marine stereo

          Weems & Plath clock and barometer

          Frigoboat refrigeration - keel cooled -

          Espar D4 diesel heater installed

          Raritan PH II head - new hoses 2017

          CruisAir 16,000 BTU A/C - New never installed, all components needed, included

          2 bilge pumps with high water alarm

          6 Portlights - 4 opening and 2 fixed in galley and head

          160 gal fuel - 2 x 80 gal fiberglass fuel tanks

          70 gal water - 2 x 35 gal water tanks

          40 gal holding tank with Raritan Lectra/San and macerator pump

          Raritan 12 gal hot water heater with engine heater exchanger

          Force 10 - 2 burner propane range with oven

          5 Cu. Ft. ice box with Frigoboat keel cooled refrigeration system

          Hella Turbo fan in galley

          Tan patterned AwlGrip non-skid

          Custom anchor pulpit with support strut

          Danforth anchor with chain and nylon road

          35 CQR anchor with all chain rode

          Bench seat with reversible back

          Isenção de responsabilidade: ALL DETAILS BELIEVED TO BE CORRECT BUT WITHOUT GUARANTEE - VESSEL OFFERED, AS IS, WHERE IS, SUBJECT TO PRIOR SALE, PRICE CHANGE, OR WITHDRAWAL WITHOUT NOTICE


          Windows Performance Monitor (perfmon) should do the job for you you can configure it to log to a file, so just enable the counters you need and it'll log as much as you want.

          • Start > Run > perfmon
          • Hit the plus sign next to Performance Logs and Alerts
          • Right click System Log and select properties.
          • Adjust the sampling times to whatever you like
          • When you are done, hit OK then the plus sign at the top of the window.

          This page gives a pretty good step-by-step with screenshots

          I use PolyMon to monitor these kinds of things. You can define various "alert" conditions about which you'd like to receive notification, so I get notified if one of my servers is having a problem.

          But it also stores all these results in a long term database, so I can look back at the memory usage of server "X" and see it's memory usage trends over the last N days/weeks/months/years.

          You may consider using a monitoring solution like zabbix, zenoss to collect and analyse your perf counters.

          Cacti is a great webv based graphing programme. It can graph CPU, memory, disk space, etc, etc. It can also be extended with your own plugins.


          Orleans Town Cove & Nauset Marsh

          by Ryan Shea/Goose Hummock Kayak Staff

          The following article, which appeared in the October Newsletter of the Goose Hummock Shop on Cape Cod, is an excellent primer to paddling the Nauset Marsh from Town Cove to Nauset Inlet, a round-trip distance of roughly 3 miles. Goose Hummock rents and sells kayaks and paddling gear from its location near the shore of Town Cove in Orleans. Its staff offers excellent advice on exploring this magnificent waterway, and can even arrange guided trips. Learn more at Goose Hummock Newsletter.

          Heading Out

          You’ll start your journey at the dock behind the Goose Hummock Shop, on Town Cove, and head north toward the Nauset salt marsh. As you paddle, be mindful of the motorboat traffic, which can get very busy in the summer months. Stay close to the shore and you’ll be all right.

          About a half-mile north you’ll come to Hopkins Island. You can beach your kayaks on the northern end of the island, or travel along the eastern side, where you’ll find an osprey nest high above the tree line.

          Osprey are migratory birds that summer on Cape Cod, where they to breed and raise their young before flying to Central and South America for winter. The young usually hatch in late May to early June, and fledge by early August. Related to the bald eagle and the red-tailed hawk, these birds have a wingspan of roughly 5’. Osprey prey almost exclusively on fish, which they catch with their sharp talons.

          Clams & Red Tide

          At low tide you can wade through waters teeming with different types of bivalves, from littlenecks to mussels. You can spot a mussel bed by the darker water, caused by the deep blue of their shells.

          Other local shellfish include steamers (soft-shell clams), quahogs (hard-shell clams), and Atlantic jack-knife clams (mistakenly referred to as razor clams). Remember not to gather them unless you have a permit, which can be obtained at the town hall.

          Note that the shellfish in the Town Cove and Nauset marsh may be affected by red tide. Red tide is another name for an algal bloom of Alexandrium fundyense, a toxic dinoflagellate. Red tide can produce neurotoxins that accumulate in shellfish. If eaten in large quantities, the toxins can cause serious illness or even death. Monitor signage at the launch spots or check the Massachusetts Dept. of Environmental Protection website if you intend to harvest shellfish.

          Greenheads!

          Around the next bend is Rachel’s Cove. Here you may notice numerous large, blue boxes perched on legs along the edges of the marsh grass. These boxes are used to control the population of greenhead flies (Tabanus nigrovittatus), a species of biting horse fly that harasses both beachgoers and paddlers in July. The boxes are designed to trap the flies, which are attracted by the color of the box and the scent of octanol, which is often placed inside the traps. Once trapped, the heat of the sun kills the flies. Most of the boxes are placed in areas known as “fly-paths,” where there is a break or opening in a grove of trees. Similar to mosquitoes, female greenheads bite in order to gather blood for the development of their eggs. Unlike mosquitoes, the bite of a greenhead is a lot more painful. Fortunately, their lifespan is only 3 to 4 weeks, and most are gone by August.

          Nauset Salt Marsh & Erosion

          Rounding another bend will bring you to the Nauset salt marsh. Here, tree-lined Town Cove opens to an expanse of low-lying vegetation. The salt marsh was created by the barrier beaches, which provide protection from the Atlantic Ocean’s waves and currents. Erosion of the beaches is a constant problem on Cape Cod, both as a result of human activity, and also as natural process from the continual movement of sand. Beach grass traps sand blown by the wind, helping to build dunes that protect the salt marsh. If stepped on by humans, the beach grass can die, and thus not perform its vital task. That’s why it’s critical to stay on designated trails when walking the dune areas.

          Double-Crested Cormorant

          Paddling through the winding creeks of the marsh presents great opportunities for observing various species of birds, such as great blue herons, snowy egrets and double-crested cormorants. A type of duck, cormorants live in aquatic habitats and prey primarily on fish. Cormorant nests often comprise manmade materials such as rope and balloons. Dead birds are even incorporated into the construction of their nests.

          Horseshoe Crabs:

          If you look toward the sandy bottom of the marsh as you paddle along, you may see horseshoe crabs scurrying about. Horseshoe crabs are a wonder to many Cape Cod visitors. These creatures are not actually crabs, but rather arthropods, more closely related to spiders. They live about 20 years, although their ancestors date back to the Paleozoic Era, between 540-248 million years ago. Horseshoe crabs molt, leaving behind an empty casing that many people mistake for the live animal. Humans use horseshoe crabs for a number of reasons. Biomedical companies use a component of the crab’s blood called Limulus amebocye lysate, or LAL, as a means to test the safety of vaccines and drugs. You can read more about horseshoe crabs by visiting horseshoecrab.org.

          Piping Plovers

          If you reach the barrier beaches that run between the marsh and the ocean, you’ll often see oystercatchers, terns, gulls, sandpipers and plovers feeding along the shoreline. In recent years the piping plover has been a topic of intense debate among many locals and environmentalists. The bird is protected under the Endangered Species Act, and when nesting occurs during the summer months, the result is partial beach closures, as the plovers nest just behind the intertidal zone. Off-road vehicle access is restricted along sections of beach where plovers have been known to nest. Some residents and visitors who wish to use the beaches for recreation are angered as a result of the closures.

          Outer Beach & Nauset Inlet:

          If you manage to paddle all the way to Nauset Inlet, a distance of approximately 3 miles, you can beach your kayaks on the marsh side of barrier beaches and observe the strong current that runs through the inlet. While Nauset Inlet is very dangerous for kayakers (do not try to run it unless you are experienced), it plays an important role in the marsh ecosystem, allowing the tides to enter and exit the marsh. The ebb and flow of water provide a vital source of nutrients for the life of the marsh, and also rids the marsh of harmful pollutants. Walk towards the beach to watch the waves crash as gulls patrol the waves, looking for fish. Keep an eye out for the gray seals that also feed along the beaches.

          Observação: While there has been an increase in great white shark sightings along the Outer Cape in the last 5 years, a result of the growing population of gray seals, no sharks have been sighted in the Nauset salt marsh or Town Cove.

          The Journey Home

          With your paddle complete, remember that the learning and discovery doesn’t stop at the dock. The Massachusetts Audubon in Wellfleet, the Cape Cod Natural History Museum in Brewster and the Cape Cod National Seashore Visitors Centers in Eastham and Provincetown are a few places to learn more about the ecosystems of Cape Cod. Have fun!


          Assista o vídeo: Kazushi Sakuraba vs. Royce Gracie (Pode 2022).


Comentários:

  1. Kazilkis

    Você não está certo. Entre vamos discutir. Escreva para mim em PM, nós lidaremos com isso.

  2. Shawnn

    É improvável.

  3. Yerik

    Este presente não passa por ele.

  4. Ainmire

    Que frase ... fenomenal

  5. Carney

    Muito obrigado

  6. Scanlan

    Obrigado, gostei do artigo



Escreve uma mensagem